Iorana Korua/Koho-Mai/Bem-Vindo/Yaa'hata'/Che-Hun-Ta-Mo/Kedu/Imaynalla Kasanki Llaktamasi/Tsilugi/Mba'éichapa/Bienvenido/Benvenuto/Yá´at´ééh/Liaali/Bienvenue/Welcome/Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Mari Mari Kom Pu Che/Etorri/Dzieñ Dobry/Bienplegau/Καλώς Ήρθατε/ Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Sensak Pichau!!

Meu compromisso é com a Memória do "Invisível".

Pelo direito a autodeterminação dos povos e apoiando a descolonização do saber.

Ano 5521 de Abya Yala

521 anos de Resistência Indígena Continental.

JALLALLA PACHAMAMA, SUMAQ MAMA!

Témet timuyayaualúuat sansé uan ni taltikpak
Nós mesmos giramos unidos ao Universo.
Memória, Resistência e Consciência.

13.5.09

A Dança da Chuva ...

Photobucket
O ritual da dança da chuva é parte de uma cerimônia  aonde são invocados os espíritos da terra e dos antepassados para  trazer a chuva como também assegurar a fartura na colheita, a fertilidade da terra e espantar os espíritos que vivem perdidos pelo mundo.
Na maioria dos rituais, os "dançarinos" personificam um ou mais espíritos-um poder superior-que é expressado na dança através de gestos e movimentos cadenciados e ritmados. Os instrumentos utilizados são chocalhos de vários tamanhos e tipos, flautas e tambores. A dança possui um grande valor simbólico e até hoje é praticada  nas Américas, na África, Austrália, Nova Zelândia e existem relatos que até no século XX eram realizadas também nos Balcãs por algumas sociedades que ainda mantém traços animistas.
Os Cherokee dos Estados Unidos até hoje realizam essa cerimônia para trazer a chuva e limpar a Terra dos espíritos considerados malignos. As lendas contam que a chuva  provocada pelo ritual contém os espíritos dos antigos caciques e que quando os pingos de água começam a cair inicia a grande batalha no plano intermediário entre a realidade e o mundo espiritual.
Livros interessantes sobre essa temática:
La tradición del índio norteamericano-un modo de vida. 
Ernest Thompson Seton y Julia M. Seton

The Rhythm of The Redman
In song, dance and decoration
Julia M.Buttree (Seton)

E-Mail

Postagens populares

Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros."