Iorana Korua/Koho-Mai/Bem-Vindo/Yaa'hata'/Che-Hun-Ta-Mo/Kedu/Imaynalla Kasanki Llaktamasi/Tsilugi/Mba'éichapa/Bienvenido/Benvenuto/Yá´at´ééh/Liaali/Bienvenue/Welcome/Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Mari Mari Kom Pu Che/Etorri/Dzieñ Dobry/Bienplegau/Καλώς Ήρθατε/ Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Sensak Pichau!!

Meu compromisso é com a Memória do "Invisível".

Pelo direito a autodeterminação dos povos e apoiando a descolonização do saber.

Ano 5523 de Abya Yala

523 anos de Resistência Indígena Continental.

JALLALLA PACHAMAMA, SUMAQ MAMA!

Témet timuyayaualúuat sansé uan ni taltikpak
Nós mesmos giramos unidos ao Universo.
Memória, Resistência e Consciência.

31.1.09

Fórum Social Mundial 2009-Belém-Brasil

Click acima no título para saber mais do Projeto Índio Online.

27 de janeiro a 1° de 
fevereiro de 2009

31.01.2009  

30.01.2009

29.01.2009
____________________________________________
O Fórum Social Mundial (FSM) é uma grande rede internacional de movimentos sociais e organizações não-governamentais (ONGs) lançada em janeiro de 2001, em Porto Alegre/Brasil. Seu aspecto mais visível são os grandes encontros realizados no início de cada ano, quando milhares de ativistas de todo o planeta se reúnem para debater, articular, organizar campanhas e propor alternativas ao que eles chamam de “globalização neoliberal”. A proposta dos idealizadores do FSM – entre eles dois brasileiros – era criar um contraponto ao Fórum Econômico Mundial, que há décadas acontece em Davos e reúne presidentes de grandes corporações transnacionais e líderes de países desenvolvidos.
Já foram organizados oito (8) Fóruns Sociais Mundiais, sendo quatro deles em Porto Alegre (2001, 2002, 2003 e 2005), um em Mumbai, na Índia (2004), um dividido entre Venezuela, Mali e Paquistão (2006), e um em Nairóbi, no Quênia (2007). Em 2008, o FSM aconteceu de maneira diferente. Em vez de um encontro centralizado, os movimentos sociais e ONGs foram convidados a realizar atividades locais na semana que antecede o Dia de Mobilização e Ação Global, em 26 de janeiro, agendado por eles mesmos. O de 2009 está acontecendo em Belém do Pará-Brasil tendo como eixo central a situação dos povos indígenas.

E-Mail

Postagens populares

Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros."