Iorana Korua/Koho-Mai/Bem-Vindo/Yaa'hata'/Che-Hun-Ta-Mo/Kedu/Imaynalla Kasanki Llaktamasi/Tsilugi/Mba'éichapa/Bienvenido/Benvenuto/Yá´at´ééh/Liaali/Bienvenue/Welcome/Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Mari Mari Kom Pu Che/Etorri/Dzieñ Dobry/Bienplegau/Καλώς Ήρθατε/ Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Sensak Pichau!!

Meu compromisso é com a Memória do "Invisível".

Pelo direito a autodeterminação dos povos e apoiando a descolonização do saber.

Ano 5523 de Abya Yala

523 anos de Resistência Indígena Continental.

JALLALLA PACHAMAMA, SUMAQ MAMA!

Témet timuyayaualúuat sansé uan ni taltikpak
Nós mesmos giramos unidos ao Universo.
Memória, Resistência e Consciência.

15.5.09

"Yo te nombro Libertad ! "

WECHEKECHE ÑI TRAWÜN ¡¡¡ MARICHIWEW !!!

Em memória de  Matías Catrileo, Alex Lemún e todos os bravos guerreiros do Povo Mapuche que foram presos, torturados e assassinados pelo estado fascista do Chile.


Como entender que os Mapuche são considerados terroristas?
O Chile aplica até hoje leis anti-terrorismo contra a nação Mapuche e é o único país da região com semelhante e bizarro marco legislativo contra populações originárias. O governo chileno não poupa esforços na repressão aos  Mapuche que fazem uma heróica resistência aonde muitos foram covardemente assassinados pelas forças de repressão do estado. 
Os Mapuche reivindicam o fim da aplicação da "lei anti-terrorista", em vigência no país desde 1984, promulgada no governo do assassino e ditador Augusto Pinochet (1973-1990). Além da lei possuir dispositivos que dobram automaticamente as penas dos condenados, ela ajuda a criminalizar qualquer luta indígena, o que também viola os direitos humanos. Entre outras atribuições é a supressão do direito ao hábeas corpus e consolidação do "inimigo interno", mecanismo que possibilita ao aparato policial e militar torturar e prender qualquer pessoa sob pretexto da violação da propriedade privada, da terra e de "ameaça ao povo". Aproximadamente 500 pessoas continuam em cárcere no Chile devido esta lei.

Para Eduardo Galeano que é um intercolutor da palavra indígena, por exemplo em: Veias Abertas da América Latina, Memória do Fogo e Espelhos ... :
Los Mapuche llevan cinco siglos siendo víctimas del terror de Estado.
A muchos nos parece un escándalo que se siga aplicando la Ley Antiterrorista a las víctimas del terror de Estado y a las víctimas del terror del gran capital –el gran terrorista del mundo, el que está acabando con el planeta- los atentados más feroces contra la gente y contra el mundo los cometen los que después son recompensados y en cambio se consideran terroristas a sus víctimas. El “zapatista de Irak” -Muntadar al-Zaidi- yo lo llamo así, lo condenaron a 3 años de cárcel y en cambio Bush es el terrorista de Estado que más gente asesinó en los últimos años, es un “serial killer” y está de lo más feliz en su casa de Texas.
 Fonte: http://www.azkintuwe.org


As imagens são reais.

E-Mail

Postagens populares

Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros."