Iorana Korua/Koho-Mai/Bem-Vindo/Yaa'hata'/Che-Hun-Ta-Mo/Kedu/Imaynalla Kasanki Llaktamasi/Tsilugi/Mba'éichapa/Bienvenido/Benvenuto/Yá´at´ééh/Liaali/Bienvenue/Welcome/Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Mari Mari Kom Pu Che/Etorri/Dzieñ Dobry/Bienplegau/Καλώς Ήρθατε/ Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Sensak Pichau!!

Meu compromisso é com a Memória do "Invisível".

Pelo direito a autodeterminação dos povos e apoiando a descolonização do saber.

Ano 5523 de Abya Yala

523 anos de Resistência Indígena Continental.

JALLALLA PACHAMAMA, SUMAQ MAMA!

Témet timuyayaualúuat sansé uan ni taltikpak
Nós mesmos giramos unidos ao Universo.
Memória, Resistência e Consciência.

24.10.10

Urbanidade Nativa?

Na exaltação exagerada da urbanidade, as culturas milenares dos povos indígenas são negadas como sinal de atraso, de selvageria. Ou, então,  são aceitas apenas como representação folclórica, como atrativo exótico.  Já perceberam que a Arte Indígena sempre é chamada de artesanato como forma de desconstituir os grandes artistas?

Muitas cidades brasileiras possuem nomes de origem Tupi-Guarani mas os verdadeiros donos das terras e destes nomes-que foram apropriados-continuam invisibilizados nos espaços urbanos e nos sentires.

E-Mail

Postagens populares

Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros."