Iorana Korua/Koho-Mai/Bem-Vindo/Yaa'hata'/Che-Hun-Ta-Mo/Kedu/Imaynalla Kasanki Llaktamasi/Tsilugi/Mba'éichapa/Bienvenido/Benvenuto/Yá´at´ééh/Liaali/Bienvenue/Welcome/Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Mari Mari Kom Pu Che/Etorri/Dzieñ Dobry/Bienplegau/Καλώς Ήρθατε/ Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Sensak Pichau!!

Meu compromisso é com a Memória do "Invisível".

Pelo direito a autodeterminação dos povos e apoiando a descolonização do saber.

Ano 5523 de Abya Yala

523 anos de Resistência Indígena Continental.

JALLALLA PACHAMAMA, SUMAQ MAMA!

Témet timuyayaualúuat sansé uan ni taltikpak
Nós mesmos giramos unidos ao Universo.
Memória, Resistência e Consciência.

11.3.10

Uma homenagem a todos os Guerreiros de Ontem e Hoje ...

Eu nasci na pradaria onde o vento soprava livre e não havia nada para bloquear a luz solar. 
Nasci onde não haviam caixas e onde tudo respirava livremente. 
Eu quero morrer lá, e não dentro destes muros.

Dez Ursos, Bravo Comanche Yamparika  (Yapa, Ditsakana)
1790-1872

Os Yamparika são membros de um grupo nômade dos Comanche que percorria o Kansas, Novo México, Oklahoma, Colorado (EUA) e México a partir de 1700. Fazem parte da nação Shoshone com quem compartilham as origens da mesma língua UtoAzteca (América Central e América do Norte ocidental).
Responsáveis pela introdução de cavalos para os Indígenas das planícies, por isso se tornaram grandes especialistas na comercialização, treinamento e  criação destes animais.
Hoje vivem em loteamentos individuais, bem como em 4 glebas de terras em Oklahoma que pertencem a eles. 
População em 2002:
 10.100 pessoas 

*Yamparika significa "comedor de Yapa" (Batata)

Fonte:
T. R. Fehrenbach, Comanches: The Destruction of a People (New York: Knopf, 1974). 

E-Mail

Postagens populares

Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros."