Iorana Korua/Koho-Mai/Bem-Vindo/Yaa'hata'/Che-Hun-Ta-Mo/Kedu/Imaynalla Kasanki Llaktamasi/Tsilugi/Mba'éichapa/Bienvenido/Benvenuto/Yá´at´ééh/Liaali/Bienvenue/Welcome/Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Mari Mari Kom Pu Che/Etorri/Dzieñ Dobry/Bienplegau/Καλώς Ήρθατε/ Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Sensak Pichau!!

Meu compromisso é com a Memória do "Invisível".

Pelo direito a autodeterminação dos povos e apoiando a descolonização do saber.

Ano 5523 de Abya Yala

523 anos de Resistência Indígena Continental.

JALLALLA PACHAMAMA, SUMAQ MAMA!

Témet timuyayaualúuat sansé uan ni taltikpak
Nós mesmos giramos unidos ao Universo.
Memória, Resistência e Consciência.

27.10.10

Canto Xamânico


Ürü hesie pepenu enieni
xüriki ke’utiyuani.
Mükü hesie xeka’eniwa,
meteteima mü nekakaüma.


A Terra está escutando.
Na flecha vai escutar
O que diz a mensagem 
Na voz do invisível, escutem, 
mães veneradas,
velhos ancestrais.
(Canto Ritual dos Huichol)

Para os Huichol, a relação da Terra com o homem é que mantém a comunicação entre todos os mundos e as suas respectivas dimensões,
A Terra escuta -diz Denis Lemaistre no livro "O Xamã e o seu canto."

O Xamanismo é um sistema ancestral de conexão com os distintos planos da realidade, em busca de informação, poder e sabedoria, utilizado desde os tempos mais remotos para a cura do ser.
O xamã sempre viaja pelos mundos invisíveis na busca da resposta da dor, do sofrimento ou do conhecimento.
Existem várias categorias: os curandeiros que usam ervas ou fungos, os curandeiros rituais e por último, os que estão em grau mais alto no conhecimento  xamânico que são os sábios.  Estes acreditam que a palavra sempre possui poder, mas necessitam conceder poder à sua palavra antes de qualquer ritual.
Para o Xamanismo não existe espaço vazio dentro ou ao redor de nós. Existe uma substância própria que movimenta-se ocupando  um lugar na comunicação entre os povos invisíveis e os visíveis.

E-Mail

Postagens populares

Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros."